lessphp fatal error: failed to parse passed in variable @bodyBackground: lessphp fatal error: failed to parse passed in variable @bodyBackground:  O dia em que Nicolas Cage salvou o Superman - Abacaxi Voador

O dia em que Nicolas Cage salvou o Superman


Ok. Nicolas Cage não poderia ser o Superman. Causa no mínimo estranheza. Não dá pra ser. Todos "agradeceram" por nunca ter existido um filme do Super com a cara de Cage. Também não morro de amores por Nicolas assim não, mas gosto de colocar os pingos nos "is". Foi praticamente graças à Nicolas Cage que o filme Superman Lives nunca existiu.

Conceito de uniforme para Superman Lives

Conceito de uniforme para Superman Lives

Na verdade, Superman Lives deveria ser um filmaço. O roteiro escrito por Kevin Smith (O Balconista) introduzia elementos cults do universo DC Comics, personagens clássicos da mitologia do homem de aço como Brainiac, Lex Luthor e também Apokalypse, assim como abordava a então recente - e super bem sucedida - saga da Morte do Superman - estratégia que a DC arrumou para levantar as vendas das estórias do homem de aço e fora extremamente feliz com o resultado comercial.

Kevin Smith por sua vez, provava ser um excelente roteirista e acima de tudo respeitoso com as adaptações de quadrinhos -  ele mesmo que é um fã declarado do gênero. Todos os elementos espetaculares para uma super volta do homem de aço aos cinemas começaram a ser comprometidos quando o executivo da Warner envolvido no projeto, Jon Peters, resolveu que uma roupa preta – ao invés do uniforme mais icônico e clássico que já existiu – seria uma melhor opção, já que em sua opinião, a roupa original era afeminada e muito colorida.

Não satisfeitos em afundar um promissor roteiro, feito por alguém que costuma respeitar quadrinhos, convidaram Tim Burton para a direção, baseando-se no fato de que Batman e Batman: O Retorno, ambos dele, foram um sucesso. Para Batman, o tom soturno de Burton pode ter funcionado, mas não para o Super. Vejamos: Burton também não queria que Kal-El voasse, queria que ele tivesse um super carro como o do Batman, queria um "S" mais estilizado (apresentou vários conceitos absurdos para o estúdio), queria que o super tivesse poderes elétricos (whatta F...!!!???), uma roupa translúcida que aparecessem os órgãos internos e uma armadura completamente negra de aparência alienígena - transformando Superman em um "figurante-coadjunvante de um jogo de Halo".

O Super Carro do Superhomem - arte de conceito para Superman Lives

O Super Carro do Superman - arte de conceito para Superman Lives

O Superman não voar. Carregar um "S" irreconhecível no peito. Mudar suas cores. Dar-lhe um carro. Por que não mudam logo o sexo dele também? Para! P-A-R-A. É muito ego megalômaníaco pro meu gosto. Transformar Kal-El em uma espécie de alienígena translucido, que tem um super carro, uma armadura ridícula e não voar é o fim. Por que esses sujeitos não criaram OUTRO personagem então? Por que não OUTRO super herói, só deles? Por que um estúdio levaria um projeto à falência antes mesmo de começar a produzi-lo? O que se passa na cabeça de pessoas como Tim Burton? Acho que é genialidade demais.

Mas então se é assim, vamos colocar os gênios nos seus devidos lugares. Einstein fica com a Teoria da Relatividade, Spielberg com Tubarão e E.T. e Tim Burton com Edwards Mãos de Tesoura e O Cavaleiro sem Cabeça. Assim dá certo. Mas se fizer errado, dá errado. Quer ver só? Spielberg + Inteligencia Artificial = ERRADO. Tïm Burton + Planeta dos Macacos = ERRADO. Einstein? Ele depreciava intelectualmente as mulheres e recomendou ao presidente Roosevelt a bomba atômica = ERRADO. Todo gênio tem efeito colateral.

Além de Big Daddy em Kick Ass, Cage foi o Motoqueiro Fantasma em dois filmes

De olho nas HQs: além de Big Daddy em Kick Ass, Cage foi o Motoqueiro Fantasma em dois filmes

Falando em bomba atômica, é aqui que nosso amigo Nicolas Cage entra. Quando cotado para o papel do homem de aço, prontamente causou problemas ao ver o uniforme modificado e o poder de voar arrancado de seu personagem favorito, já que Superman é considerado uma obsessão do ator. Reza a lenda que “Cage perseguiu todos aqueles dentro do estúdio que eram a favor desses absurdos e prometeu que faria de tudo para impedir essa blasfêmia". Sabem, depois de tomar ciência disso eu passei a ter mais respeito pelo Nick. Responsável ou não, os executivos não foram pra frente com um projeto que ridicularizava tudo que era o Superman. Cage não ficou com o papel dos seus sonhos, mas salvou o dia e o Super. Obrigado Nicolas!

E apesar de  Cage não ter sido o Superman, ele é o Motoqueiro Fantasma. Portanto, executivos de estúdio de Holywood afora, que adoram destruir todo tipo de roteiro fiel às suas fontes quadrinísticas, saibam que o "Espírito da Vingança" está mirando vocês com seu "olhar de penitência" . Não vimos o Superman morrer e renascer em Superman Lives, mas pelo menos Kevin Smith foi vingado.

Abacaxi Voador
HQzeiro. Cinéfilo. RPGista. Quando não está inventando palavras, está ajudando os amigos que fez no Abacaxi Voador redigindo, escrevendo e palestrando. Acredita que o Abacaxi tem um Q de "Sala da Justiça", e portanto acredita que tem super poderes.