lessphp fatal error: failed to parse passed in variable @bodyBackground: lessphp fatal error: failed to parse passed in variable @bodyBackground:  Papo de Mestre #01 - D20, Icosaedro, ou "A Jóia do D&D", muito prazer! - Abacaxi Voador

Papo de Mestre #01 – D20, Icosaedro, ou “A Jóia do D&D”, muito prazer!


Todos sabem que o Abacaxi Voador é a casa de vários assuntos nerds, portanto os diversos boardgames, card games e Role Playing Games não poderiam ficar de fora desta salada de frutas. Hoje iniciamos a coluna "Papo de Mestre" que levará você aos confins deste mundo, não tão recente assim, mas que anda mais popular do que nunca. E para iniciar nosso papo, nada mais icônico do que o "diferente" dado de 20 faces, o Icosaedro, popularmente conhecido como D20. E então? Vamos rolar esse dado?

Para muitos ele é um mistério. Mas para nós, fãs hardcores de RPG, o conhecemos muito bem, assim como seus "primos". Dados poliédricos podem assustar os mais novatos ou despertar o interesse dos mais intrépidos, mas a verdade é que, sem a popularização do RPG de mesa, talvez não viéssemos a conhecê-lo tão cedo. Descubra sua origem e como ele era usado na antiguidade e como ficou popular nos dias de hoje.

Dado de 20 faces achado no Egito no final do Século XIX. Jogariam os Faraós, RPG?

Dado de 20 faces achado no Egito no final do Século XIX. Jogariam os Faraós, RPG?

Poderia chamar esta matéria também de "como o D&D ajudou a popularizar o jogo de um Faraó egípcio". Pois é. Todos pensaram que os pais do RPG de mesa mais popular da terra - o Dungeons & Dragons - fossem os criadores dos dados poliédricos. Mas não são. Seus louros ficam com a popularização dos mesmos no entanto. O icosahedron, ou D20, foi encontrado no Egito antigo no final do século XIX e levado para o Metropolitan Museum of Art em Nova York. O dado data do período Ptolomaico e era feito de estealite ou faiança. Estealite era uma espécie de metal, mais leve. A faiança é um material cerâmico não-argiloso, de superfície vítrea que lhe confere uma gama de cores vivas entre o azul e o verde (os dados de hoje em dia, com suas misturas de cores, deveria reproduzir com bastante precisão os dados usados no Egito antigo). Nele, havia escritas gregas e, por ser do período Ptolomaico, pode muito bem ter sido invenção dos gregos ou da linhagem de Ptolomeu - quem saca um pouquinho da história sabe que o Egito foi regido por uma linhagem grega quando Alexandre, o Grande, meu xará, fez Ptolomeu faraó do Egito.

Embora não sejam conhecidos os jogos em que os egípcios utilizavam o D20, sabemos infelizmente que não era nenhuma versão 'RPGística' de Dungeons & Dragons como um....sei lá...Piramides & Múmias, o que é uma verdadeira lástima! Com um panteão tão rico e uma cultura tão extraordinária, os egípcios são praticamente um bom cenário para qualquer campanha de RPG.

Dados_Poliedricos_RPG

Os dados feitos de faiança no Egito antigo, poderiam assemelhar-se com estes daqui facilmente

Mas como este dado veio parar no ocidente do século XX e virou um ícone do RPG através da popularização do Dungeons & Dragons? Gary Gygax e Dave Wesley, reconhecidos pais do RPG e Dungeons & Dragons, em uma viagem para a Inglaterra, encontraram não só o D20, como todos os outros dados poliédricos mais conhecidos também (o D12, D8 e D4), em um suplemento educacional que ensinava probabilidade matemática para jovens iniciantes. Dave ligou para Gygax que era amante de probabilidades matemáticas e comentou sobre o D20 e os demais dados. Diz a lenda que Gary Gygax respondeu: "Dave, traga esses dados para mim, já sei como solucionar a matemática de Dungeons & Dragons e fugir do D6". Pronto. D&D + Icosaedro e Cia agora eram um só. Isso se deu em 1973, quando os dois estavam tentando criar um jogo que fosse além dos jogos de miniaturas militares que conheciam. Gygax então reescreveu toda a regra para D&D baseando-se naqueles poliédricos maravilhosos.

D&D foi um sucesso quando lançado e em pouco menos de cinco anos já estava bem popularizado. Uma curiosidade para os catadores de piolho de plantão é que podemos ver o garoto Eliot, do filme E.T. - O Extraterrestre de Spielberg, jogando D&D com os amigos na noite em que o alienígena se esconde na casinha de ferramentas do lado de fora da casa.

Dungeons & Dragons está no imaginário de todos aqueles que ainda querem sonhar, e o D20, que rolou o destino de semideuses na antiguidade, agora rola o destino de corajosos heróis também de tempos antigos, mas que hoje, estão no imaginário das pessoas do amanhã.

Então tá. Se eu tivesse vivido no Egito antigo e jogasse Pharaohs & Mummies eu teria escolhido um Faraó Cyborg como personagem. O quê? Nãp combina? Me deixa! Pensa fora da caixa! RPG é criatividade! rs ;-)

Então tá. Se eu tivesse vivido no Egito antigo e jogasse Pharaohs & Mummies, eu teria escolhido um Faraó Cyborg como personagem. O quê? Não combina? Me deixa! Pensa fora da caixa! RPG é criatividade! rs 😉

Abacaxi Voador
HQzeiro. Cinéfilo. RPGista. Quando não está inventando palavras, está ajudando os amigos que fez no Abacaxi Voador redigindo, escrevendo e palestrando. Acredita que o Abacaxi tem um Q de "Sala da Justiça", e portanto acredita que tem super poderes.