lessphp fatal error: failed to parse passed in variable @bodyBackground: lessphp fatal error: failed to parse passed in variable @bodyBackground:  Papo de Mestre #06 - Problemas com a reunião do grupo ou onde jogar seu RPG? Jogue em QUALQUER lugar! - Abacaxi Voador

Papo de Mestre #06 – Problemas com a reunião do grupo ou onde jogar seu RPG? Jogue em QUALQUER lugar!


Você lá leu sobre o cenário, já domina o sistema e as regras, já recrutou e combinou com seus amigos sobre a mesa de RPG e está tudo certo. Só falta um detalhezinho aí... não firmaram um local para se reunirem e jogar. Vamos ver se o bate papo que teremos a seguir ajuda a elucidar a questão com algumas boas ideias...

Tudo organizado para manter contato com seus amigos jogadores.

Se liga nos grupinhos que este jogador fez no WhatsApp.

Uma boa mesa de jogo, normalmente contém quatro a oito jogadores, mais o Mestre do Jogo. Na minha opinião, oito pessoas é demais. Embora já tenha jogado com 12 jogadores à mesa, uma campanha há muito tempo atrás, costumo dizer que isto é loucura pura, insanidade. Pelo menos para o Mestre. Não dá pra manter a qualidade do jogo com tantos participantes.

A verdade é que, se o mestre puder lidar com tantas pessoas à mesa (e estas por sua vez, puderem ter a paciência de jogar com tantos jogadores – pois tudo fica mais lento para cada um e exige muito mais do mestre), ele terá um mix maior de personalidades (tanto nos personagens escolhidos, quantos nos jogadores participantes) e isso garantirá uma grande capacidade de cooperação em jogo e também uma diversão diferenciada.

Mas quanto mais gente você tiver, terá de medir a relação custo-benefício entre ter muita gente e colher muitos arquétipos para sua campanha e a complexidade de conseguir reunir esse povo todo em volta de uma mesa de jogo. Não é nada fácil, ainda mais quando os participantes são pessoas muito ocupadas. E afinal de contas, quem, nos dias de hoje, com trabalho, família e prioridades, tem algum  tempo disponível, certo? Pois então meu caro leitor, o RPG tem SIM, seu lado "sombrio", e achar o local de jogo definitivo é uma faceta destas. Vamos ver:

Crie um grupo virtual para estarem sempre em contato!

Se seu grupo é muito ocupado, e você também,  crie um grupo virtual (email, WhatsApp, web fórum – tá valendo tudo) para que vocês estejam SEMPRE em contato, e animando uns aos outros durante as semanas de estiagem entre os jogos, com provocações, ameaças, imagens divertidas, tudo na euforia! Dessa forma, estarão sempre conectados. Através do grupo, fica melhor de combinar o próximo passo, que seria conseguir reunir todos os integrantes ao mesmo tempo para continuar a sua campanha de jogos. Aí está a tarefa mais ingrata e deve ser conduzida com muita perspicácia pelo mestre do jogo. Mais uma vez o bom senso tem de estar presente e principalmente.....FLEXIBILIDADE!

A terça do futebol.... opa, digo, a quinta do RPG!

Não fique bêbado e nem tão pouco coloque a mão em peitinhos vampíricos. Pode ser fatal!

Não fique bêbado e nem tão pouco coloque a mão em peitinhos vampíricos. Pode ser fatal!

Por que não elegem um dia na semana como o dia do RPG? Para não tirar o final de semana da namorada ou da família, marquem por exemplo, o RPG de toda terça-feira ou de quinta-feira.... que comece às 19:00hs e termine as 23:00hs por exemplo. Assim como a quarta do volei ou a terça do futebol, ou a sexta-feira do chopp...epa...peraí....vc bebe né? Hummmm.... resolvido! Marque a sexta de RPG e....leve a sua bebida, oras! (se seus companheiros permitirem, claro. E não fique bêbado por favor!). Mas o negocio é não impedir a jogatina por conta de desculpas! Nestes dias, o Mestre se preparará para uma aventura de quatro horas ao invés de uma “mini campanha”, que tomaria um sábado inteiro. Sei que a fome de muitos não será saciada desta forma, mas fazer o que? Melhor do que não jogar, certo? Keep gaming!

Domingo de lei!

Um domingo por mês é tudo que queremos!

Um domingo por mês é tudo que queremos!

Para os mais afortunados, combinem com as famílias e namoradas o seguinte: peça um domingo para o seu RPG. Em todos os outros finais de semana, será dia de eventos no colégio do filho, domingos de almoço da casa da sogra, praia com a patroa nos dias de sábado, um ou outro fds para seu trabalho e um dia no mês para o SEU RPG. Mas não pode ser zoado, o grupo precisa estar alinhado e todos terem respeito com o compromisso de jogarem naquele dia marcado – claro que existem as exceções, como uma formatura inesperada ou um filho doente, mas o respeito e o compromisso que selarem deve ser respeitado mutuamente para que dê certo.

Jogue onde der, jogue em todo o lugar!

Ah! Claro! Não se prendam a “casa do fulano”. Joguem numa lanchonete, em uma livraria que permita mesa de jogos, em lojas especializadas para RPG, na praça de alimentação, onde quer que seja possível! Sempre na maior social e no maior respeito às regras do lugar, mas não deixem de jogar. E se a casa do anfitrião for a mesma do mestre, favor levar refrigerante extra, muitos snacks de backup e uma maçã. Por quê a maçã? Ora bolas! Vc não levava uma maçã para sua professora quando era criança não? .... Quê? Você não é dessa época, é muito novo? Hummm.... então fica com a maçã. Abafa o caso. 😉

É isso aí pessoal! Comente e escreva e-mails, conte-nos como foi sua sessão de jogo, compartilhe suas dificuldades com a gente! Vamos bater um papo aqui!

Boas rolagens e bons críticos!

Mestre explica sklills básicas de personagem aos jogadores em um PLAY DE EDIFÍCIO!

Mestre explica skills básicas de personagem aos jogadores em um PLAY DE EDIFÍCIO!

Grupo discute a melhor maneira de usar as miniaturas em Old Dragon, em convenção de RPG

Grupo discute a melhor maneira de usar as miniaturas de Old Dragon, em convenção de RPG

Grupo jogando RPG no.... RESTAURANTE!

Grupo jogando RPG no.... RESTAURANTE!

Grupo pede "peloamordoMestre" pra liberar jogador de um crítico mortal na COZINHA!

Galera pede "peloamordoMestre" pra liberar jogador de um crítico mortal na COZINHA!

Abacaxi Voador
HQzeiro. Cinéfilo. RPGista. Quando não está inventando palavras, está ajudando os amigos que fez no Abacaxi Voador redigindo, escrevendo e palestrando. Acredita que o Abacaxi tem um Q de "Sala da Justiça", e portanto acredita que tem super poderes.